Bahia tem 255 cidades em alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya

Divulgado nesta quarta-feira (12), o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2018 apontou 186 cidades baianas em alerta e 69 com risco. Salvador faz parte da lista de municípios em situação de alerta.

No estado, a maior parte dos criadouros foi encontrada em depósito de água (5.427), seguida de depósitos domiciliares (1.735) e lixo (490).

Em todo o país, 5.358 municípios – 96,2% da totalidade – realizaram algum tipo de monitoramento do mosquito transmissor dessas doenças, sendo 5.013 por levantamento de infestação (LIRAa/LIA) e 345 por armadilha. A metodologia armadilha é utilizada quando a infestação do mosquito é muito baixa ou inexistente.