O Inverno está rigoroso este ano em Vitória da Conquista  com temperaturas mínimas em torno de 10°C. Com o vento e a chuva, a sensação térmica cai cerca de três graus, então o povo acaba sentindo o frio mais forte do que os termômetros indicam.  A menor temperatura do ano, 10°C graus, já foi registrada em julho. Na terça-feira (4), o sol até tentou sair no início da manhã, mas o frio prevaleceu. Foi o segundo dia consecutivo do mês de agosto com temperatura com cerca de 10°C. Na terça, foram 10,7°C e na segunda-feira (3), 10,4°C. Essas foram as menores temperaturas do mês de agosto nos últimos dois anos.

Em 2019, a menor temperatura registrada no mês de agosto foi 11.4°C. Em 2018, a menor temperatura registrada em agosto foi 11°C. Já em agosto de 2017, os termômetros registraram 8.2°C, em Vitória da Conquista. Foi a menor temperatura daquele ano inteiro. Apesar do registro em 2017, este ano, as baixas temperaturas também estão prevalecendo em Conquista. O autônomo Augusto Meira, que é de Jequié, cidade a cerca de 150 km de Conquista, tentou resistir ao frio com apenas uma blusa de algodão, mas não conseguiu ficar sem luvas e tratou de comprá-las logo cedo.

“Acostumado com o solzinho de lá [Jequié], quando chega aqui a gente sente frio”, disse.

Os vendedores da cidade, também conhecida como a Suíça baiana, estão atentos a essa onda de frio. Venilson Santos apostou nas roupas, casacos e calças reforçadas para que seus clientes possam aguentar a estação mais fria do ano.

“Estou vendendo mais blusa de frio”, destaca Venilson

Luva, touca, cachecol. A vendedora Lurdes Almeida já tem cachecóis, produzidos por ela, para vender.

“Eu que faço. Eu tenho touca luva, meia tudo que dá para aquecer nesse frio”, diz.

Pelas ruas de Vitória da Conquista, blusas e casacos já são maioria e fazem parte do cenário da cidade. Todo mundo muito bem agasalhado para se proteger do frio. Nesta quarta-feira (5), de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o município deve ter mínima de 11°C e máxima de 26°C.