A mulher que foi presa na tarde de segunda-feira (11), em Itabuna, no sul da Bahia, suspeita de matar dois namorados envenenados, no período de oito meses, teria dado chumbinho a um deles dentro de um hospital quando ficou sabendo que a vítima teria alta médica depois de ser intoxicado pela primeira vez por ela.

De acordo com a polícia, Wane Brenda Oliveira utilizou chumbinho para matar dois parceiros assim que descobriu que eles tinham intenção de terminar o relacionamento com ela. As investigações apontam que as vítimas namoraram com Wane em 2017. A mulher negou os crimes, mas foi levada para o presídio da cidade.

Uma das vítimas foi Evandro Bonfim de Souza, de 40 anos. Ele foi o segundo a ser morto envenenado por Wane.

Fonte: G1